quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Momento nostalgia......como se fazia unha antigamente

Os primeiros registros de unhas coloridas são beeeeemmmmm antigos, cerca de 3000 a.C. Os chineses faziam uma mistura de vários ingredientes: clara de ovo, cera de abelha e até gelatina! Pétalas eram esmagadas e incluídas na mistura para obtenção de uma coloração rosada ou avermelhada. Os reis pintavam as unhas de vermelho e preto, passando depois para o dourado e prateado.
Os antigos egípcios utilizavam henna de cor vermelho-amarronzada para colorir as unhas, essa mudança da coloração das unhas era sinal de opulência e riqueza.

No século 19, as cutículas eram removidas com todo tipo de metal, ácidos e tesouras...ai que dor!

Já na nossa época, no século 20, já tinha um modelo parecido com o esmalte de hoje e era aplicado com um pincel de pelo de camelo, mas, este esmalte não permanecia mais que um dia nas unhas.
Em 1932 Charles e Joseph Revlon criam o esmalte brilhante e colorido com pigmentos, para ser aplicado na unha toda. Nasce a marca Revlon e eles promovem pela primeira vez a tendência de maquiar os lábios e unhas da mesma cor.
Em 1934 a Max Factor lança um esmalte líquido apresentando uma textura similar aos
esmaltes atuais. A empresa começa a usar um número ilimitado de pigmentos e a moda passa ser esmaltes que combinavam uma boa cobertura da unha com brilho uniforme.
Em 1970 começa a década dos esmaltes sintéticos. As unhas tornam-se extremamente longas através de várias técnicas e se tornam tendência.

Nos anos 90, a decoração das unhas não é mais limitada aos esmaltes - pedras preciosas e vários acessórios entram em uso.

Para os anos 2000, a ordem continua sendo ousar: as combinações de texturas e cores ganham ares futuristas. Assim
como desenhos de flores pequenas esculpidas com o palito de dente e verdadeiras obras de arte podem ser esculpidas
nas unhas e não é mais preciso combinar as cores do esmalte com a roupa. Além de possibilitar a criação de mais uma
profissão: designer de unha.

Fonte: Wikipedia
Há alguns anos atrás, não tinha a preocupação que se tem hoje, com esterilização de materiais, materiais descartáveis quando a gente ia à manicure.
Lembro que eu ia com minha mãe e chegava lá, colocava o pé naquela bacia com água e as mãos naqueles potinhos. Muitas vezes com sabão em pó diluído.

Tirava a cutícula com aquele alicate que já tinha usado em outras tantas mulheres.
Os esmaltes eram outro capitulo á parte... cores básicas, areia, misturinhas, zazá, café.... a mulher era ousada quando optava por um vermelhão, que tinha apenas 2 ou 3 tons no máximo.

Hoje não, quando vamos ao salão, é tudo descartável e esterilizado, ou com proteção
Os alicates são esterilizados na autoclave, embalados individualmente.

Amigas apaixonadas por fazer as unhas em manicure, se não é assim FUJAMMMMMM!!!! Fazendo as unhas em todos esses cuidados corremos risco de contrair várias doenças desde micoses, passando por Hepatite até HIV.
Se você não tem certeza se o local que você vai toma todos esses cuidados monte seu próprio kit manicure. Alguns salões tem um espaço reservado para clientes freqüentes, onde cada uma tem seu próprio kit individual.
Esqueci de falar que hoje em dia existe uma infinidade de cores e tipos esmaltes, sem falar nas nails arts.
FONTE      http://gloss.abril.com.br/blog/que-beleza/disco-a-nova-colecao-de-esmaltes-da-impala/

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir